Navegação

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Ferramentas Pessoais

Você está aqui: Página Inicial / Matérias da capa / Ciência no caminho para criação de dentes naturais

Ciência no caminho para criação de dentes naturais

 

Uma recente matéria do Correio Braziliense (25/02/2009) anunciou a descoberta da pesquisadora grega Chrissa Kiossui, da Universidade de Oregon nos Estados Unidos, publicada na revista científica Proceedings of the National Academy of Sciences. Trata-se da identificação de uma propriedade do gene denominado Ctip2, que pode ser “a chave para a criação de dentes em laboratório”, pois regula a produção do esmalte – estrutura que reveste a coroa dos dentes e é incapaz de ser reproduzida naturalmente.

A manipulação genética em camundongos de laboratório foi realizada antes de os animais adquirirem a forma embrionária e, sem o gene Ctip2, o que houve foi a formação de dentes “rudimentares”, com ausência do revestimento de esmalte.   

O gene desempenha importante papel na especificação ou manutenção dos ameloblastos (células responsáveis pela formação do esmalte). Acredita-se que a produção destas células em laboratório possibilitará a reparação de dentes lesionados no futuro.

A expectativa é que o estudo forneça dados relevantes que impulsionarão a construção de dentes “naturais”. Por enquanto, essa ainda é uma realidade distante. Sabemos que há um longo caminho a ser percorrido e que a melhor alternativa para o alcance da saúde bucal ainda é a prevenção. Portanto, os cuidados devem ser mantidos e as visitas regulares ao dentista também. Afinal de contas, é mais fácil e menos oneroso conservar o que se obteve naturalmente.