19. NORMAS DE PREVENÇÃO NA CLÍNICA

 

A . Medidas de proteção pessoal

Utilização de gorro, máscara, óculos de proteção, luvas descartáveis, cirúrgicas ou de procedimento, e avental (além do uniforme branco total) para o atendimento e/ou orientação de procedimentos clínicos. 
Obs.: Terminantemente proibido o uso de máscara e luvas fora das clínicas.

B. Rotina para procedimentos clínicos

  1. Esterilizar, na Central de Esterilização, tudo o que possa ser esterilizado. 

  2. Trazer para a clínica ou consultório somente o material e instrumental necessário. Não serão permitidos outros itens, como bolsas, cadernos, etc. 

  3. Colocar os pacotes sob a mesa auxiliar 

  4. Preparar solução enzimática para o molho 

  5. Antes da Introdução do Paciente 

    1. Lavar as mãos e calçar as luvas de borracha. 

    2. Acionar as tubulações de água (alta-rotação, seringa tríplice) por 30 segundos e o sistema "flush". 

    3. Desinfetar com gaze ou algodão embebido em álcool a 77% (Friccionar o álcool, esperar secar e repetir a operação 3x), as seguintes partes do equipo: 

      • pontas do alta-rotação e micro-motor 

      • seringa de ar-água 

      • alça do refletor 

      • controle de manobra da cadeira 

      • cadeira 

      • pontas de sucção 

      • bandeja de aço inox (se houver) 

      • tampo da mesa operatória 

    4. Lavar e retirar a luva de borracha 

    5. Lavar novamente as mãos 

    6. Estender o campo operatório sobre a mesa operatória e descarregar o instrumental esterilizado, usando pinça estéril. Recobrir com o campo do paciente. 

    7. Colocar o sugador, e os protetores da seringa tríplice e o comando e alavanca da cadeira do refletor. 

  6. Introduzir o paciente na clínica ou consultório. 

  7. Ajustar a cadeira e o cabeçote. 

  8. Colocar gorro no paciente, no caso de cirurgia, e o campo. 

  9. Estudar o prontuário do paciente, fazen- do as anotações necessárias. 

  10. Remover o prontuário do local. 

  11. Colocar máscara e óculos 

  12. Lavar as mãos e calçar as luvas para atendimento. 

  13. Iniciar o trabalho de atendimento ao paciente 

  14. Terminado o tratamento, dispensar o paciente, descartar as luvas de atendimento, lavar as mãos e calçar luvas de borracha.

C. Cuidados com o material utilizado

1. Material reutilizável: campos e aventais Esse material deve ser colocado nos recipientes nas clínicas e nos consultórios da Faculdade (sacos plásticos),para encaminhamento à lavanderia). 

2. Material descartável

2.1.Agulhas, lâminas de bisturi e outros materiais perfurocortantes, deverão ser armazenados em um recipiente de paredes rígidas. 

2.2.Gaze, algodão, sugador, pontas plásticas etc. Deverão ser colocados em saco plástico resistente utilizado como porta-resíduos preso por fita adesiva à mesa auxiliar. 

3. Instrumental 

3.1.Lavar na pia lateral (nunca na pia para lavagem as mãos) o instrumental utilizado previamente imerso na solução enzimática, removendo eventuais sujidades com escova. Secar bem. Acondicionar. 

3.2.Remover e lavar os óculos de proteção. Remover e descartar a máscara. 

3.3.Remover, lavar e desinfetar as luvas de borracha. Lavar as mãos.

Obs.: Qualquer manipulação extra-paciente deverá ser feita pela auxiliar ou sobrepondo luva de plástico à luva de atendimento.

Slide 18